Estrutura Curricular

Em função das linhas de pesquisa, é considerado um conjunto de disciplinas obrigatórias e eletivas, que o aluno deve cursar, de modo a cumprir o número mínimo de 24 créditos.

 

1º. SEMESTRE (2019.1)

Aglomerantes de Argamassas e Concretos (45 h/a; 03 créditos)

Arquitetura em Aço (45 h/a; 03 créditos)

Construções Metálicas I (45 h/a; 03 créditos)

Introdução à Teoria da Elasticidade e Plasticidade (45 h/a; 03 créditos) – obrigatória para engenheiros

Métodos de Otimização para Processos Construtivos (45 h/a; 03 créditos)

Sistemas Estruturais para Engenharia das Construções (45 h/a; 03 créditos) – obrigatória para todos os alunos

Sistemas de fechamento industrializados (45 h/a; 03 créditos)

Sustentabilidade dos Materiais de Construção (45 h/a; 03 créditos)

Tecnologia dos Materiais (45 h/a; 03 créditos)

 

2º. SEMESTRE (Previsão)

 

Construções Metálicas II (45 h/a; 03 créditos)

Construções Metálicas III (45 h/a; 03 créditos)

Estabilidade das Construções Metálicas (45 h/a; 03 créditos)

Gestão de Sistemas de Produção (45 h/a; 03 créditos)

Metodologia do Trabalho Científico (15 h/a; 01 crédito)

Patologias das Construções Metálicas (45 h/a; 03 créditos)

Pré-Fabricação em Arquitetura (45 h/a; 03 créditos) – obrigatória para arquitetos

Processos de Projeto e Planejamento de Edifícios Verticais em Construção Metálica (30 h/a; 02 créditos)

Significância de Processos Construtivos (45 h/a; 03 créditos)

Simulação de Processos Construtivos (45 h/a; 03 créditos)

Técnicas de Análise Microestrutural para Materiais de Construção Civil (45 h/a; 03 créditos).

 

Para ser aprovado nas disciplinas, o discente deve obter frequência superior a 75% e nota superior a 6,0 pontos num total de 10 pontos.

Durante a fase de créditos, que se configura o primeiro ano do curso, o aluno fica sob a orientação do Coordenador do Programa e, durante a fase de pesquisa, que se inicia no segundo ano, o aluno, conforme o tema de sua pesquisa, passa a ser orientado por um professor que desenvolve pesquisas inerentes ao tema proposto pelo aluno para o desenvolvimento de sua dissertação. Os professores também fazem a proposição de temas de pesquisa para os alunos.

A proposta de projeto de dissertação do aluno é analisada pelo Colegiado do curso. Nessa fase, o aluno é, obrigatoriamente, matriculado nas disciplinas 'Elaboração de dissertação de mestrado' e 'Seminário de Qualificação ao Mestrado', e ele, também obrigatoriamente, antes da defesa, apresenta seu Seminário de Qualificação ao Mestrado a uma banca, composta por no mínimo três professores doutores, com prévia divulgação e participação dos demais alunos, prioritariamente em data prevista no calendário organizado pela coordenação do curso. 

O objetivo do Seminário de Qualificação é fazer com que o aluno faça uma revisão bibliográfica da proposta de sua dissertação e seja orientado pela banca quanto ao andamento de sua pesquisa.

O trabalho de conclusão do aluno pode ser em forma de dissertação ou trabalho equivalente. A defesa da dissertação ou trabalho equivalente também é apresentada em seção pública, com ampla divulgação, a uma banca composta por no mínimo três professores doutores, sendo pelo menos um deles externo à UFOP.

Após a defesa, para obter o título de mestre, o aluno deve realizar as correções sugeridas pela banca e apresentar seu exemplar final impresso e em arquivo digital, que é anexado no relatório de coleta de dados da Capes, por meio da Plataforma Sucupira, e divulgado no Repositório Institucional e no sítio do Programa, bem como deve apresentar o comprovante de submissão de pelo menos um artigo em periódico nacional ou internacional.